As principais áreas da medicina

18 de junho de 2020

Pergunte para qualquer estudante que vai prestar vestibular no Brasil qual o curso mais concorrido de todos e a resposta será unânime: medicina. A possibilidade de seguir uma carreira de enorme prestígio, com boa remuneração e absolutamente essencial para toda a sociedade é um grande atrativo para centenas de milhares de estudantes.

Você conhece as principais áreas da medicina no país? Confira neste artigo quais são elas e conheça um pouco mais sobre esse admirável universo que salva vidas todos os dias. Confira também o que você precisa para conseguir uma bolsa para faculdade de Medicina. Boa leitura!

profissões da medicina

A medicina no Brasil atualmente

As divisões da medicina no país são chamadas de “especialidades médicas”, e de acordo com o Conselho Federal de Medicina o médico só pode fazer divulgação e anúncio de até duas especialidades. Isso mostra quão especializado é o conhecimento médico, que exige que os profissionais da medicina se atualizem e estudem uma área específica para prestar o melhor atendimento possível de acordo com o tipo de consulta ou tratamento de que o paciente precisa.

Essas especialidades foram se formando à medida que a tecnologia e o conhecimento médico evoluíram no século XX, que levou a medicina a se especializar em áreas específicas.

Principais especialidades médicas

A resolução do CFM n. 1973/2011 traz as 54 especialidades médicas autorizadas. Siga com a leitura deste artigo para conhecer as principais delas em termos de relevância, procura e espaço no mercado de trabalho.

Clínica médica 

É uma das áreas basilares da medicina, pois engloba conteúdo de diversas especialidades clínicas, e por isso o clínico é o profissional médico com maior campo de trabalho. Essa especialidade tem como ponto forte a capacidade de dar um diagnóstico ao paciente a partir de um conjunto de sinais e sintomas. Assim, o clínico é o grande responsável pela investigação médica inicial, que vai se aprimorar conforme exames e outros recursos, caso sejam necessários. Ações preventivas individuais, como check-up, também são importantes aliados do clínico para a manutenção do bem-estar e da saúde do paciente.

Cirurgia geral

Essa especialidade também é bastante procurada e exige do futuro médico, além do diploma em medicina, especialização de aproximadamente dois anos e atualização constante de métodos, práticas e instrumentos desenvolvidos no mundo todo.

O cirurgião realiza cirurgias marcadas previamente (eletivas), de urgência quando de plantão ou aquelas necessárias em decorrência de cirurgia anterior que trouxe complicações. Além disso, visita os pacientes no pós-operatório, acompanha a evolução, analisa erros e acertos nos procedimentos e se atualiza constantemente apresentando os casos e acompanhando outros em congressos e seminários.

Pediatria

Envolve a assistência médica à criança e ao adolescente, tanto com ações preventivas quanto curativas, considerando-se a natureza especial do desenvolvimento biológico nessa faixa etária. Aleitamento materno, imunizações, prevenção de acidentes, acompanhamento e monitoramento para um desenvolvimento saudável são temas que os médicos pediatras devem dominar.

Ginecologia e obstetrícia

O ginecologista é o médico especializado no cuidado da saúde da mulher, tratando e prevenindo doenças do sistema reprodutor feminino (útero, vagina e ovários), como câncer que afeta os órgãos reprodutores, amenorreia (ausência de menstruação), dismenorreia (períodos menstruais dolorosos), infertilidade, menorragia, entre outras. Já o obstetra é responsável por tratamentos relativos à reprodução nas mulheres, incluindo seu funcionamento e até possíveis distúrbios relacionados à reprodutividade.

Ortopedia

Especialidade cujo foco é prevenir, diagnosticar, tratar e reabilitar pessoas acometidas por doenças do sistema músculo-esquelético. Para facilitar o entendimento, basta dizer que o médico ortopedista vai tratar de doenças e lesões localizadas nos ossos, articulações, ligamentos, músculos, tendões e nervos.

Como a expectativa de vida das pessoas tem aumentado ao longo dos anos, a demanda por profissionais dessa área cresce cada vez mais, devido a quedas frequentes sofridas por pacientes idosos.

Cardiologia

O cardiologista é literalmente o seu médico do coração. A cardiologia é responsável por diagnosticar e realizar a prevenção e o tratamento de doenças que acometem o coração, órgão fundamental para a vida humana, e os grandes vasos. Para se ter ideia da importância dessa especialidade, doenças cardiovasculares são atualmente a principal causa e fator de mortalidade no mundo todo.

Tal como ocorre na ortopedia, a cardiologia também tende a ter um aumento de pacientes idosos, pois estes também sofrem mais com problemas cardiovasculares.

Dermatologista

O dermatologista é o médico responsável pelo tratamento e prevenção de doenças relacionadas à pele, ao tecido subcutâneo, às unhas e ao cabelo, e também realiza procedimentos estéticos. Com a população cada vez mais preocupada com a aparência, essa área também acaba tendo grande procura.

Como o dermatologista na maior parte do tempo não precisa trabalhar com atendimentos de urgência, ela acaba sendo uma área menos estressante que a maioria das especialidades médicas. Normalmente o dermatologista realiza pequenas cirurgias, tratamentos clínicos e procedimentos estéticos pré-agendados.

Oncologia

Essa especialidade é a que diagnostica e trata tumores sólidos. O oncologista deixou de tratar todos os tipos de câncer com o advento da subárea hematologia, que se dedica ao estudo da fisiologia e patologia do sangue, da medula e dos gânglios linfáticos.

A oncologia é uma das áreas que exigem mais estudo. Para ser oncologista o estudante tem de cursar, além dos seis anos de graduação, dois anos de residência em clínica médica e depois mais três anos de oncologia.

No Comments

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.