Saiba o que são os conjuntos numéricos e conheça os diferentes tipos

6 de julho de 2022

Os conjuntos numéricos foram uma invenção humana idealizada para melhor organizar os números e as suas propriedades. Eles se trataram de uma necessidade quando a representação dos números começou a ficar mais complexa.

Com os avanços no entendimento da álgebra, das equações e de outras operações matemáticas, se fez necessária a sistematização e organização dos números. Dessa forma, surgiram os conjuntos numéricos, mais especificamente 7 grupos.

Por isso, prossiga com a leitura do artigo e conheça os diferentes tipos de conjuntos numéricos!

O que são os conjuntos numéricos?

“95% dos alunos saem do ensino médio sem apresentar o conhecimento adequado da matemática.” (fonte: Sistema de Avaliação do Ensino Básico – SAEB)

Um conjunto é a reunião de elementos com as mesmas características. Dessa forma, um conjunto numérico é o agrupamento de números que compartilham das mesmas características entre si.

Os conjuntos numéricos se dividem em 7 tipos:

  • Conjunto numérico dos naturais (N)
  • Conjunto numérico dos inteiros (Z)
  • Conjunto numérico dos racionais (Q)
  • Conjunto numérico dos irracionais (I)
  • Conjunto numérico dos reais (R)
  • Conjunto numérico dos complexos (C)
  • Intervalos Reais (IR)

Conjunto numérico dos naturais (N)

O conjunto numérico dos naturais reúne todos os números que são inteiros e positivos, o que inclui até o zero. Se trata de um conjunto infinito, que não apresenta um último valor em sequência, e é representado pela letra N.

Esses números naturais são organizados em subconjuntos, que são:

  • Números não nulos (N* = {1, 2, 3, 4, 5, 6, …})
  • Números pares (N = {2, 4, 6, 8, 10, …})
  • Números ímpares (N = {1, 3, 5, 7, 9, 11, …})
  • Números primos (N = {2, 3, 5, 7, 11, 13, …})
  • Números compostos (N = {4, 6, 8, 10, 12, 14, 15, …})
  • Quadrados perfeitos (N = {1, 4, 9, 16, 25, …})

Conjunto numérico dos inteiros (Z)

O conjunto numérico dos inteiros é formado por todos os números inteiros, incluindo os negativos. Dessa forma, engloba os números naturais e os seus inversos (N Z). Ele apresenta os seguintes subconjuntos:

  • Números não nulos (Z* = {…, -5, -4, -3, -2, -1, 1, 2, 3, 4, 5, …} ou Z* = Z – {0})
  • Números positivos (Z+ = {0, 1, 2, 3, 4, 5, …})
  • Números positivos não nulos (Z*+ = {1, 2, 3, 4, 5, …})
  • Números negativos (Z- = {…, -5, -4, -3, -2, -1, 0})
  • Números negativos não nulos (Z*- = {…, -5, -4, -3, -2})

Conjunto numérico dos racionais (Q)

O conjunto numérico dos racionais é composto por todos os números que podem ser visualizados na forma de fração. Porém, o numerador e o denominador devem ser números inteiros, sendo o segundo diferente de zero.

Além disso, números decimais finitos e infinitos periódicos também se encaixam nos racionais.

Ex: {0, ±1, ±1/3, ±1/4, …, ± 2, ±2/1, ±2/2, ±2/3, …}

Como todo número inteiro é também racional, o conjunto dos inteiros é um subconjunto dos racionais.

Conjunto numérico dos irracionais (I)

O conjunto numérico dos irracionais é composto por números decimais infinitos que são não periódicos. Basicamente, são números que não podem ser colocados no formato de fração. O exemplo mais famoso é o número Pi, cujo valor aproximado é 3,14.

Conjunto numérico dos reais (R)

O conjunto numérico dos reais reúne os números racionais e irracionais e os naturais e inteiros fazem parte dos seus subconjuntos. Porém, se um número real pertence ao conjunto dos racionais, ele não pode ser irracional e vice-versa.

Seus principais subconjuntos são:

  • Números não nulos (R* = {±1, ±1/2, ±1/3, …, ±2, ±2,3333…, ±3, …})
  • Números positivos (R = {0, 1, 2, 2/1, 2/3, 2/4,…}
  • Números negativos (R- = {-6, -5, …., -4/9, …, -2,33333, …})

Conjunto numérico dos complexos (C)

Os números complexos são aqueles formados pela fórmula Z = a+bi, sendo a e b os números reais e i a raiz quadrada de -1. Dessa forma, o conjunto dos números complexos engloba todos os outros.

Intervalos Reais (IR)

Os conjuntos numéricos, assim como seus subconjuntos e equações, podem ser representados por notações de intervalo. O intervalo na matemática corresponde a cada número real localizado entre dois extremos, numéricos ou geométricos.

Ele pode ser:

  • Aberto (onde os seus extremos não são incluídos) = ] a,b [
  • Fechado (os extremos são incluídos) = [a,b]
  • Desigual (um dos extremos não pertence ao intervalo)
  • Aberto e infinito (apenas um dos extremos é determinado)

Conclusão

Os conjuntos numéricos são uma parte importante para o entendimento da matemática. Assim como as tabelas de multiplicação, esse conhecimento básico deve se tornar natural para você conseguir realizar as operações matemáticas!

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.